???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7058
Tipo do documento: Tese
Título: Relações sociais, processos de dominação e estratégias de enfrentamento no sistema de aviamento em Barcelos-AM
Autor: Menezes, Elieyd Sousa de 
Primeiro orientador: Almeida, Alfredo Wagner Berno de
Primeiro membro da banca: Bruno, Ana Carla dos Santos
Segundo membro da banca: Oliveira Filho, Joao Pacheco de
Terceiro membro da banca: Fraxe, Jaiza Maria Pinto
Quarto membro da banca: Lopes, Jose Sergio Leite
Resumo: As mobilizações recentes elencadas por denúncias concernentes ao trabalho escravo em unidades de produção designadas de “piaçabais” em Barcelos-AM desencadearam um processo de judicialização das relações de trabalho e uma série de atos de Estado para este município. As relações sociais, sobretudo econômicas e de poder, entre os agentes envolvidos nas relações extrativistas das fibras de piaçaba, denominados “piaçabeiros” e os comerciantes desta fibra conhecidos como “patrões” são objeto de estudo desta tese. Entre os anos de 2007 e 2017 venho realizando trabalhos de campo e construindo uma relação de pesquisa com os agentes sociais relacionados ao objeto desta tese. Entrevistas, observação direta, levantamento de GPS, registros fotográficos e de audiovisual, oficinas e cursos foram realizados durante este período descontínuo. A identidade coletiva “piaçabeiro”, atualmente, é construída em um espaço de relações que se distingue entre aqueles que extraem as fibras da piaçaba, e conhecem todo o processo de extração a partir de uma série de conhecimentos tradicionais, que se reconhecem como tais e têm sua força de trabalho expropriada por aqueles que comercializam essa produção, denominados de “patrões”. Desde o período colonial, os processos históricos referentes ao extrativismo na Amazônia foram marcados por uma relação de poder e dominação, seja com as chamadas “drogas do sertão”, seja na indústria gomífera no século XIX e meados do XX, e até mesmo na construção de Planos de desenvolvimento para a Amazônia a partir século XX. Deste modo, as práticas do extrativismo pouco tiveram espaço nas políticas públicas, tendo se desenvolvido na Amazônia sob a égide da patronagem, com o “sistema de aviamento”. Este sistema baseado na troca desigual entre comerciantes e trabalhadores extrativistas, se caracteriza pelo adiantamento de mercadorias a crédito. As denúncias recebidas pelo MPF e MPT sobre o trabalho extrativista da piaçaba se configurar como “trabalho análogo a de escravo” se justifica pela caracterização da servidão por dívida, pelas condições degradantes de trabalho, pelas jornadas exaustivas e restrição no direito de se deslocar. Compreender a genealogia das denúncias se fizeram necessárias nesta tese. Assim, para além de uma dívida econômica imposta a esses trabalhadores, existe também a moralidade da dívida, da qual a honra, a culpa e os estigmas atuam como instrumentos de dominação. Nesse caso, a honra e o crédito andam juntos. Os mecanismos de resistências e de enfrentamento que os “piaçabeiros” acionam, tais como a burla no peso da produção, as denúncias, e a desconsideração dos estigmas, são utilizados quando estes agentes percebem sua situação de imobilização da força de trabalho. Essa consciência leva ao enfrentamento de séculos desta imobilização, embora não seja de forma abrupta, pode ser um modo de enfraquecer o sistema de aviamento, esta possibilidade tem sido vista com as experiências do chamado “piaçabeiro independente”.
Abstract: Recent mobilizations based on denunciations concerning slave labor in designated production units of "piaçabais" in Barcelos-AM triggered a process of judicialization of labor relations and a series of State acts for this municipality. The social relations, especially economic and power, between the agents involved in the extractive relations of the fibers of piaçaba, denominated "piaçabeiros" and the traders of this fiber known as "patrões" are object of study of this thesis. Between 2007 and 2017 I have been carrying out fieldwork and building a research relationship with the social agents related to the subject of this thesis. Interviews, direct observation, GPS survey, photographic and audiovisual records, workshops and courses were carried out during this discontinuous period. The collective identity of the "piaçabeiro", today, is built in a space of relations that distinguishes between those who extract the fibers of the piaçaba, and know the entire process of extraction from a series of traditional knowledge, which are recognized as such and have their labor force expropriated by those who commercialize this production, called "patrões". Since the colonial period, the historical processes related to extractivism in the Amazon have been marked by a relationship of power and domination, be it with the so-called "drogas do sertão in the rubber industry in the nineteenth and mid-twentieth centuries, and even in the construction of Development Plans for the Amazon in the 20th century. In this way, the practices of extractivism had little space in public policies, having developed in the Amazon under the aegis of patronage, with the "system of aviamento". This system based on the unequal exchange between traders and extractive workers, is characterized by the advance of merchandise on credit. The denunciations received by the MPF and MTE on the extractive work of the piaçaba if it is defined as "work analogous to slavery" is justified by the characterization of debt bondage, the degrading conditions of work, the exhaustive days and restriction in the right to move. Apart from an economic debt imposed on these workers, there is also the debt morality, from which honor, guilt and stigma act as instruments of domination. In that case, honor and credit go together. The mechanisms of resistance and coping that the "piaçabeiros" play, such as the mockery in the weight of the production, the denunciations, and the disregard of the stigmas, are used when these agents perceive their situation of immobilization of the work force. This awareness leads to the confrontation of centuries of this immobilization, although not abruptly, can be a way to weaken the system of aviamento, this possibility has been seen with the experiences of the so-called "independent piaçabeiro".
Palavras-chave: Piaçabeiros
Relações sociais
Enfrentamento e resistência
Barcelos (município)
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: ANTROPOLOGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Antropologia Social
Citação: MENEZES, Elieyd Sousa de. Relações sociais, processos de dominação e estratégias de enfrentamento no sistema de aviamento em Barcelos-AM. 2019. 302 f. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7058
Data de defesa: 20-Mar-2019
Appears in Collections:Doutorado em Antropologia Social

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_ElieydMenezes_PPGAS.pdf4,65 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.