???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7110
Tipo do documento: Dissertação
Título: Análise antropogeomorfológica da bacia hidrográfica do Mauazinho (Manaus/AM)
Autor: Lessa, Roberto Epifânio 
Primeiro orientador: Vieira, Antonio Fábio Sabbá Guimarães
Primeiro coorientador: Alves, Neliane de Sousa
Primeiro membro da banca: Guerra, Antonio Jose Teixeira
Segundo membro da banca: Lima, Marcos Castro de
Resumo: Estudos de Antropogeomorfologia, no campo da ciência geográfica e na cidade de Manaus, são ainda de caráter incipientes, denotando a importância da utilização dessa linha de pesquisa nos estudos ambientais em áreas urbanas. A pesquisa em questão teve como objetivo principal analisar as transformações do meio físico, decorrentes das ações antrópicas, sucedidas na área da Bacia Hidrográfica do Mauazinho (BHM), localizada na zona leste da cidade de Manaus, Amazonas. Para alcançar este objetivo foi realizada a descrição das alterações do meio físico natural intensificadas pelo processo de ocupação na bacia; o mapeamento das áreas de riscos a erosão; e a caracterização de áreas sujeitas a voçorocamento. A caracterização geral da BHM realizou-se a partir da identificação da geologia local (Formação Geológica e Estrutural), compartimentação do relevo da região de Manaus, hidrografia, tipos de solos, clima e vegetação, finalizando com os aspectos humanos do contexto de ocupação da bacia e dados populacionais. A metodologia da pesquisa, a partir da abordagem geossitêmica, iniciou-se como uma revisão bibliográfica sobre os temas abordados ao longo da pesquisa. Na sequência foram realizados trabalhos de campo para levantamento e coleta de dados primários, seguido da sistematização destes. Os resultados da pesquisa contemplam a identificação da caracterização física do relevo por meio da determinação de parâmetros como: o índice de declividade que apontou os seguintes percentuais para as classes de relevo: relevo plano com 39% e suave/ondulado com 24,03%; as formas de terreno do tipo divergente-convexa correspondem a 14,09%; a hipsometria da bacia mostrou que a mesma tem uma amplitude altimétrica de 56 metros; a maioria das vertentes tem orientação direcionada para o sentido noroeste com 18,90%; quanto a geomorfologia geral da bacia está apresenta de três formas de relevos: platô, vertente e fundo de vales; os padrões de relevo da bacia indicam que a mesma possui vales bem definidos com vertentes que apresentam altos índices de declividade que variam de 20 a 45%. As análises das transformações na bacia ao longo dos anos apontam um aumento significativo das áreas urbanizadas correspondente a 48,51% da área total da bacia. A partir do processo de urbanização foi possível identificar os padrões de ocupações associados as formas do relevo: ocupação em Platô, Vertente e fundos de vales e o uso dos imóveis: a maioria corresponde a imóveis residenciais com 2.404 habitações e 2.415 edificações não possui cadastro. Foi identificado quatro (04) tipos de áreas de riscos a erosão: R1 (baixo), R2 (médio), R3 (alto) e R4 (muito alto), onde 39% da área da bacia encontra-se em setores de risco R4 e 40% dos imóveis estão nesse setor. Os resultados da pesquisa subsidiam a compreensão das dinâmicas do relevo que contribuem diretamente para a geração destas áreas de riscos. Portanto, a BHM apresenta alto grau de probabilidade de ocorrência de eventos que podem causar danos socioeconômicos para a população residente, principalmente nos setores de risco muito alto.
Abstract: Antropogeomorphology studies in the geographic science1s field, in the city of Manaus are still incipient, denoting the importance of using this line of research in environmental studies in urban areas. The research in question had as main objective to analyze the transformations of the physical environment, due to the anthropic actions, happened in the area of the Mauazinho Watershed (BHM), located in the eastern zone of the city of Manaus, Amazonas . To achieve this objective, the description was made of the changes in the natural environment intensified by the human occupation process within the basin; mapping of erosion risks; and the characterization of areas subject to gully erosion. The general characterization of the BHM was based on the identification Manaus city: local geology (Geological and Structural Formation); subdivision of the relief region, hydrography, soil types, climate and vegetation, ending with the human aspects of the occupation context and population data. The methodology is based on the geosystemic approach, began a bibliographical review on the topics addressed throughout the research. Afterwards, fieldwork was carried out to collect primary data, followed by the systematization of these data. The results of the research contemplate the physical characterization of the relief by determining parameters such as: the slope index that indicated the following percentages for relief classes: flat relief with 39% and smooth / wavy with 24.03%; the forms of terrain of the divergent-convex type corresponding to 14.09%; the hypsometry of the basin showed that it has an altimetric amplitude of 56 meters; most of the slopes are oriented toward the northwest with 18.90%; As for the general geomorphology of the basin, there are three forms of relief: plateau, slope and bottom of valleys; the basin relief patterns indicate that it has well defined valleys with slopes that have high slope indices varying from 20 to 45%. The study of the changes in the basin over the years indicates a significant increase of the urban areas corresponding to 48.51% of the total area of the basin. From the urbanization process, it was possible to identify occupancy patterns associated with relief forms: occupation in Plateau, slope and valley bottoms and the use of real estate: the majority corresponds to residential properties with 2,404 dwellings and 2,415 buildings do not have to register. Four types of erosion risk areas were identified: R1 (low), R2 (medium), R3 (high) and R4 (very high), where 39% of the basin area is in R4 and 40% of the properties are in this sector. The results of the research support the understanding of the dynamics of relief that directly contribute to the generation of these risk areas. Therefore, BHM presents a high probability of occurrence of events that may cause socioeconomic damages to the resident population, especially in the very high-risk sectors.
Palavras-chave: Geomorfologia antrópica
Transformação ambiental
Urbanização
Anthropogenic geomorphology
Environmental transformation
Urbanizatio
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: GEOGRAFIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citação: LESSA, Roberto Epifânio. Análise antropogeomorfológica da bacia hidrográfica do Mauazinho (Manaus/AM). 2019. 148 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7110
Data de defesa: 12-Apr-2019
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_RobertoLessa_PPGEO.pdf7,49 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons