???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253
Tipo do documento: Tese
Título: Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas
Autor: Costa, Daniel Carneiro 
Primeiro orientador: Pereira, Henrique dos Santos
Primeiro membro da banca: Andrade, Paulo Cesar Machado
Segundo membro da banca: Silva, Francisca Helena Aguiar da
Terceiro membro da banca: Silva Júnior, Urbano Lopes da
Quarto membro da banca: Gordo, Marcelo
Quinto membro da banca: Silva, Suzy Cristina Pedroza da
Resumo: Os programas de monitoramento participativo da biodiversidade se tornaram ferramentas indispensáveis para se avaliar a qualidade da gestão da conservação da biodiversidade, num contexto marcado pela perda progressiva de biodiversidade. Estes programas se caracterizam pela capacidade de agregar as comunidades que diretamente sobrevivem da utilização da biodiversidade à atividade do monitoramento. Tal processo se destina a produzir dados sobre tendências dos recursos naturais e espécies biológicas, auxiliando os gestores na tomada de decisão sobre as prioridades de conservação. Neste sentido, o monitoramento de caráter participativo contribui para que a gestão das áreas protegidas esteja mais próxima da gestão adaptativa, considerada a mais adequada para lidar com a complexidade da biodiversidade. Ao situarmos este debate no cenário amazônico, particularmente no estado do Amazonas, avaliamos a importância nos últimos anos de quatro programas de monitoramento participativo, que são o ProBUC, SIMUR, monitoramento do pirarucu da RDS Mamirauá e o PROMUF, para que a gestão das unidades de conservação em que se situam se aproxime de uma perspectiva adaptativa. Amparados em uma pesquisa qualitativa, entrevistamos os três sujeitos sociais principais envolvidos na construção destes programas – comunitários, gestores e pesquisadores - para que, num primeiro momento, suas informações nos permitam traçar um diagnóstico do funcionamento destes programas, com destaque para suas limitações e potencialidades. Assim, problemas referentes ao financiamento, retorno dos dados às comunidades e ampliação dos alvos de monitoramento podem ser apontados como seus principais desafios, embora o processo participativo tenha sido assegurado na construção de todos os programas. Num segundo momento, identificamos as contribuições que os mesmos conferem à viabilidade da gestão adaptativa amazônica, observando-se que não houve nenhum programa de manejo ou criação de novos monitoramentos que pudessem ser atribuídos a algum dos programas, com exceção do monitoramento do pirarucu da RDS Mamirauá, que existe como desdobramento do manejo comunitário local. Em geral, detectou-se o controle das equipes técnicas sobre os dados produzidos e a inclusão de interesses referentes à segurança alimentar das comunidades amazônicas. Assim, a contribuição destes programas de monitoramento participativo para a gestão adaptativa ainda se encontra num patamar insatisfatório.
Abstract: Participatory biodiversity monitoring programs have become indispensable tools for assessing the quality of biodiversity conservation management in a context marked by the progressive loss of biodiversity. These programs are characterized by the ability to aggregate the communities that directly survive from the use of biodiversity to the monitoring activity. This process is intended to produce data on trends in natural resources and biological species, assisting managers in decision-making on conservation priorities. In this sense, participatory monitoring contributes to the management of protected areas being closer to adaptive management, considered the most adequate to deal with the complexity of biodiversity. As we place this debate in the Amazon scenario, particularly in the state of Amazonas, we have evaluated the importance in the last years of four participatory monitoring programs, namely ProBUC, SIMUR, monitoring of the Mamirauá RDS and PROMUF, so that management of the units conservation approach in which they are situated is approaching an adaptive perspective. Based on a qualitative research, we interviewed the three main social subjects involved in the construction of these programs - community, managers and researchers - so that, at first, their information allows us to make a diagnosis of the functioning of these programs, highlighting their limitations and potentialities. Thus, problems related to financing, feedback to communities and expansion of monitoring targets can be identified as the main challenges, although the participatory process has been ensured in the construction of all programs. In a second moment, we identify the contributions that they confer to the viability of the Amazonian adaptive management, observing that there was no management program or creation of new monitoring that could be attributed to any of the programs, except for the monitoring of the RAR Mamirauá, which exists as a result of local community management In general, the control of the technical teams on the data produced and the inclusion of interests regarding the food security of the Amazonian communities was detected. Thus, the contribution of these participatory monitoring programs to adaptive management is still at an unsatisfactory level.
Palavras-chave: Biodiversidade - Conservação
Áreas Protegidas - Amazônia - Gestão
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: ANTROPOLOGIA
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS: ECOLOGIA
???metadata.dc.subject.user???: Monitoramento da biodiversidade
Participação comunitária
Gestão adaptativa
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Centro de Ciências do Ambiente
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: COSTA, Daniel Carneiro. Monitoramento participativo como subsídio para a gestão adaptativa de unidades de conservação no Amazonas. 2019. 246 f. Tese (Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7253
Data de defesa: 3-Jun-2019
Appears in Collections:Doutorado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_DanielCosta_PPGCASA.pdf4,54 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.