???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7309
Tipo do documento: Dissertação
Título: Relação entre desmatamento e despesas públicas com gestão ambiental nos estados da Amazônia Legal (2005 a 2015)
Autor: Avelino, Elenize Freitas 
Primeiro orientador: Rivas, Alexandre Almir Ferreira
Primeiro membro da banca: Pereira, Henrique dos Santos
Segundo membro da banca: Neves, Salomão Franco
Terceiro membro da banca: Schor, Tatiana
Resumo: As florestas tropicais têm papel fundamental no fornecimento dos recursos naturais e, consequentemente, dos serviços necessários a manutenção da vida. De acordo com o relatório da FAO (Food and Agriculture Organization of the United Nations) estima-se que entre 1990 e 2015 a cobertura florestal do planeta foi reduzida de 31,6% para 30,6%. O Brasil enquanto detendo da maior floresta tropical do mundo, a Floresta Amazônica, possui papel fundamental na preservação das florestas. A preservação destes recursos é realizada por meio de políticas públicas de comando e controle voltadas a preservação ambiental. A execução destas políticas ocorre mediante a destinação de recursos orçamentários para a despesa por função gestão ambiental. Nesse sentido, o presente trabalho tem como objetivo analisar a relação entre os gastos governamentais com gestão ambiental, dos estados da Amazônia Legal, e o desmatamento da Amazônia no período de 2005 a 2015. Para isso foi realizada, inicialmente, uma análise comparativa entre a despesa com gestão ambiental e as taxas de desmatamento da Amazônia Legal, de modo a compreender como ocorreu sua evolução temporal. Para entender o real efeito do desmatamento sobre a despesa com gestão ambiental foi feita uma análise de painel para efeitos fixos, realizada por meio do Software Logit 4.0. Os resultados obtidos demonstraram que o desmatamento não apresentou um efeito significativo sobre a despesa com gestão ambiental no período de estudo. O fato do desmatamento não apresentar um efeito significativo demonstra a baixa importância atribuída a ele pelos estados que compõem a Amazônia Legal. Isso pôde ser observado por meio da análise da elasticidade no qual um aumento de um por cento na taxa de desmatamento implicou no aumento da despesa com gestão ambiental em torno de 0,026%. Em contrapartida, as variáveis consideradas propulsoras do desmatamento, no caso o PIB per capita, as despesas com transporte, com agricultura e com educação demonstraram significância estatística para explicar a despesa com gestão ambiental. Foi possível observar que o aumento de um por cento nas despesas com educação, agricultura e transporte ocasionaram o aumento da despesa com gestão ambiental em cerca de 1,0828%, 0,4764% e 0,8326%, respectivamente. Nesse sentido, o presente estudo pôde constatar que as despesas governamentais por função apresentam um efeito maior sobre a despesa com gestão ambiental quando comparadas ao desmatamento.
Abstract: Tropical forests play a key role in providing the natural resources and, consequently, the services necessary to maintain life. According to the report of the Food and Agriculture Organization of the United Nations, it is estimated that between 1990 and 2015 the planet's forest cover was reduced from 31.6% to 30.6%. Brazil, while holding the largest tropical forest in the world, the Amazon Forest, plays a fundamental role in the preservation of forests. The preservation of these resources is carried out through public policies of command and control aimed at environmental preservation. The implementation of these policies occurs through the allocation of budgetary resources to the expenditure by environmental management function. In this sense, the objective of this study is to analyze the relationship between government expenditures with environmental management in the states of the Legal Amazon and the deforestation of the Amazon in the period from 2005 to 2015. A comparative analysis was then carried out between the expenditure on environmental management and deforestation rates in the Legal Amazon, in order to understand how its temporal evolution occurred. To understand the real effect of deforestation on environmental management expenditure, a panel analysis for fixed effects was carried out using Logit 4.0 Software. The results showed that deforestation did not have a significant effect on environmental management expenditure during the study period. The fact that deforestation does not have a significant effect demonstrates the low importance attributed to it by the states that make up the Legal Amazon. This could be observed through the elasticity analysis in which a one percent increase in deforestation rate implied an increase in environmental management expenditure of around 0,026%. On the other hand, the variables considered being drivers of deforestation, in the case of GDP per capita, transport, agriculture and education expenditures have shown statistical significance to explain environmental management expenditure. It was possible to observe that the increase of one percent in the expenses with education, agriculture and transport caused the increase in the expense with environmental management in about 1,0828%, 0,4764% and 0,8326%, respectively. In this sense, the present study found that government expenditure by function has a greater effect on environmental management expenditure when compared to deforestation.
Palavras-chave: Desmatamento - Amazônia
Gestão ambiental - Aspectos econômicos - Amazônia
Despesa pública
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: ADMINISTRAÇÃO: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS: ECONOMIA: ECONOMIAS AGRÁRIA E DOS RECURSOS NATURAIS
???metadata.dc.subject.user???: Despesas governamentais
Despesas com gestão ambiental
Desmatamento
Amazônia Legal
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Centro de Ciências do Ambiente
Programa: Programa de Pós-graduação em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia
Citação: AVELINO, Elenize Freitas. Relação entre desmatamento e despesas públicas com gestão ambiental nos estados da Amazônia Legal (2005 a 2015). 2019. 75 f. Dissertação (Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7309
Data de defesa: 7-Jun-2019
Appears in Collections:Mestrado em Ciências do Ambiente e Sustentabilidade na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_ElenizeAvelino_PPGCASA.pdf972,85 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.