???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7364
???metadata.dc.type???: Dissertação
Title: A relação entre o modelo Zona Franca em Manaus-AM e as questões climáticas: período de 1958 a 2017
Other Titles: The relationship between the free zone model in Manaus-AM and the climatic issues: period from 1958 to 2017.
???metadata.dc.creator???: Reis, Roseane Rodrigues 
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Vieira, Antonio Fábio Sabbá Guimarães
???metadata.dc.contributor.referee1???: Andrade Filho, Valdir Soares de
???metadata.dc.contributor.referee2???: Aleixo, Natacha Cintia Regina
???metadata.dc.description.resumo???: O objetivo geral deste trabalho foi analisar a influência da Zona Franca e suas consequências sobre o clima de Manaus a partir das características dos elementos climáticos (precipitação pluvial e temperatura do ar) no período de 1958 a 2017. Foram coletados dados secundários de precipitação e temperatura do período de 1958 a 2017 do INMET/BDMEP, do Anuário Estatístico do IBGE de 1959 a 1961 e dissertação de Aguiar (1995); dados de população do IBGE de 1950 a 2010 e estimativa de 2017 e imagens de satélite do INPE de 1972 a 2017, os quais foram submetidos à análise temporal e estatística. Os resultados mostraram que os totais de precipitação anual tiveram muitas oscilações no decorrer na série de dados, onde foi possível observar anos em que os totais acumulados não chegaram a 2000 mm anuais e anos que os totais ultrapassaram os 3000 mm anuais. O teste de Mann-Kendall não identificou tendência significativa para os totais anuais e mensais. A análise de relação com a TSM do Pacífico apontou relação negativa moderada (r = -0,58), a relação com a expansão da área urbana apontou relação negativa moderada (r= 0,46), mas sem significância. O teste de Mann-Kendall apontou tendência negativa, ou seja, redução do número de dias de chuvas anuais no decorrer da série temporal (Z = -2,39). A análise de relação com a TSM identificou relação negativa fraca (r= -0,37) e com a expansão da área urbana, o coeficiente apontou relação negativa fraca (r= -0,12) sem significância. Os resultados mais significativos corresponderam às séries históricas de temperatura média compensada, média máxima e média mínima anual. O teste de Mann-Kendall apontou tendências positivas bastantes significativas tanto para as médias (compensadas, máximas e mínimas) anuais (Z > 4,0) quanto para as médias mensais (Z > 2,0), ou seja, aumento das temperaturas no decorrer dos 60 anos de dados. As análises de correlação com a TSM não identificaram relação significativa para nenhuma das temperaturas. Entretanto, as análises de correlação entre as temperaturas e a expansão da área urbana mostrou relação positiva forte com significância para temperatura média das máximas (r= 0,83). Recomenda-se o enfrentamento e a continuidade de estudos do clima cada vez mais aprofundados que consigam responder de forma mais precisa e consistente as questões atribuídas ao clima da região amazônica que ainda é bastante complexa
Abstract: The general objective of this work was to analyze the influence of the Free Zone and its consequences on Manaus climate from the characteristics of the climatic elements (rainfall and air temperature) from 1958 to 2017. Secondary precipitation and temperature data were collected. from 1958 to 2017 from INMET / BDMEP, from the IBGE Statistical Yearbook from 1959 to 1961 and dissertation from Aguiar (1995); IBGE population data from 1950 to 2010 and 2017 estimates and INPE satellite images from 1972 to 2017, which were submitted to temporal and statistical analysis. The results showed that the annual precipitation totals had many oscillations during the data series, where it was possible to observe years when the accumulated totals did not reach 2000 mm annual and years that the totals exceeded 3000 mm annual. The Mann-Kendall test did not identify significant trend for annual and monthly totals. The relationship analysis with the Pacific TSM indicated moderate negative relation (r = -0,58), the relation with the expansion of the urban area indicated moderate negative relation (r = 0.46), but without significance. The Mann-Kendall test showed a negative trend, ie a reduction in the number of annual rainy days over the time series (Z = -2,39). The relationship analysis with the TSM identified weak negative relation (r = -0,37) and with the expansion of the urban area, the coefficient pointed weak negative relation (r = -0,12) without significance. The most significant results corresponded to the historical series of average compensated temperature, maximum average and minimum annual average. The Mann-Kendall test showed quite significant positive trends for both the annual averages (compensated, maximum and minimum) (Z > 4,0) and the monthly averages (Z > 2,0), ie, increase in temperatures in the 60 years of data. Correlation analyzes with the TSM did not identify significant relationship for any of the temperatures. However, correlation analyzes between temperatures and urban sprawl showed a strong positive relationship with significance for mean maximum temperatures (r = 0,83). It is recommended to tackle and continue increasingly in-depth climate studies that can more accurately and consistently answer the issues attributed to the still quite complex climate of the Amazon region.
Keywords: Precipitação (Meteorologia) - Manaus (AM) - 1958-2017
Planejamento urbano - Fatores climáticos - Manaus (AM) - 1958-2017
Mudanças climáticas - Manaus (AM) - 1958-2017
???metadata.dc.subject.cnpq???: CIENCIAS HUMANAS::GEOGRAFIA
???metadata.dc.subject.user???: Manaus
Precipitação
Temperatura
Language: por
???metadata.dc.publisher.country???: Brasil
Publisher: Universidade Federal do Amazonas
???metadata.dc.publisher.initials???: UFAM
???metadata.dc.publisher.department???: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
???metadata.dc.publisher.program???: Programa de Pós-graduação em Geografia
Citation: REIS, Roseane Rodrigues. A relação entre o modelo Zona Franca em Manaus-AM e as questões climáticas: período de 1958 a 2017. 2019. 149 f. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
???metadata.dc.rights???: Acesso Aberto
???metadata.dc.rights.uri???: http://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7364
Issue Date: 5-Aug-2019
Appears in Collections:Mestrado em Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_RoseaneReis_PPGGEO.pdf8.26 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons