???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7451
Tipo do documento: Tese
Título: O visual do invisível: a complexidade das categorias entre a música e a cegueira
Título(s) alternativo(s): The invisible visual: the complexity of categories between music and blind
Autor: Pinto, Renato Antônio Brandão Medeiros 
Primeiro orientador: Barros, Rosemara Staub de
Primeiro membro da banca: Schambeck, Regina Finck
Segundo membro da banca: Matos, Maria Almerinda de Souza
Terceiro membro da banca: Ribeiro, Odenei de Souza
Quarto membro da banca: Castro, Thais Helena Chaves de
Resumo: A presente tese se ocupa de dar voz a uma questão muito particular sobre as condições elementares de uma vida que una a deficiência visual e a música, suas potencialidades e limites ilustrados em métodos que nos trazem pela ciência os mitos e verdades de todo esse processo sócio criativo da problematização deste estudo. É dividida em quatro partes, iniciada no levantamento das ideias de investigação publicadas nos últimos cinco anos por conta do que expõe a ABEM como colaboradora do tema mais aproximado que aqui nos referimos. Em outro momento, trouxemos aspectos metodológicos da vida rotineira de quem possui baixa visão e atua como músico profissional, momentos importantes que abrem para novas reflexões sobre, a partir de então, que tragam relatos próprios de pessoas que vivem a deficiência e narram suas dificuldades e conquistas para o meio acadêmico. Em terceiro plano, podemos considerar, diante do lido autobiográfico do autor desta tese, como a vida de três grandes nomes da música mundial podem, em associação com os parâmetros pedagógicos verificados no primeiro capítulo, ordenar propostas reflexivas com as histórias de Ray Charles, Hermeto Pascoal e Andrea Bocelli, realidades distintas e de resoluções parecidas pela existência de seus nomes alinhavados com a arte, Por fim e sem melhor juízo, trazemos um conjunto de proposituras para benefício somativo de tudo alcançado nestes anos de Declaração Universal dos Direitos Humanos, sobretudo, das pessoas em situação de deficiência. Entendemos por este, a arte, no caso a música, é potencial para o potencial humano, revela eficiências mesmo nos contextos deficientes, ainda há muito mais para ser feito em relação de um mundo inclusivo satisfatoriamente, todas as ações e escritos sobre a inclusão pela diversidade causada pela baixa visão é e será fator preponderante para o evoluído até então, porém é hora das afirmações daqueles beneficiados por anos de apoio educativo e paciente para que o lema “Nada sobre nós sem nós” viesse com toda a força que percebemos por registrar esse estudo.
Abstract: The present thesis deals with giving a very particular question about heel ementary conditions of a life that unites visual deficiency and music, its potential it yes and limits illustrated in methods that bring us by science them y this and truths of this whole process partner problem of this study. It is divided in four parts, started in the survey of research ideas published in the last five years because of what ABEM exposes as collaborating with the most close lyre lated the methat we are referring to here. At another time, we brought methodological aspects oft her outine life of those who have low vision and act as a professional musician, important moments that open to new reflections on, from the non, bring accounts of people who live the disability and narrate their difficulties and achiev ements for the academic world. On the third plane, we can consider, in view of the author's autobiographical reading of this thesis, how the life oft here great world musiccan, in association with he pedagogical parameters al ready verified in the first chapter, order reflective propos als with the stories of Ray Charles, Hermeto Pascoal and Andrea Bocelli, different realities and similar resolutions for the existence of the irnamesa ligned with art. Finally and with out better judgment, webring a set of propositions for the be nefit of the sum achieved in all these year sof the Unicist Declaration of Human Rights, especially of people with disabilities. We under standby this, in this case, music, it is potential for human potential, it detect seffi ciencies even in poor contexts, there is still much more to be done in relation to a satisfactorily inclusive world, all actions and writing son inclusion for diversity caused by the low vision is and will be a preponderant factor for the evolution until then, but it is time for theaffirmationsofthosebenefitedbyyearsofeducationalandpatientsupportsothatthemotto "Nothing about us without us" came with all the force that we perceive for registering this study.
Palavras-chave: Baixa visão
Música
Educação inclusiva
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS
???metadata.dc.subject.user???: Baixa visão
Música
Inclusão escolar
Processos criativos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: PINTO, Renato Antônio Brandão Medeiros. O visual do invisível: a complexidade das categorias entre a música e a cegueira. 2019. 143 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7451
Data de defesa: 2-Aug-2019
Appears in Collections:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_RenatoPinto_PPGSCA.pdf1,14 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons