???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3183
Tipo do documento: Dissertação
Título: As quotas para indígenas na universidade do estado do Amazonas
Autor: Estácio, Marcos André Ferreira 
Primeiro orientador: Horta, José Silverio Baia
Resumo: As ações afirmativas de reserva de vagas no ensino superior, também denominadas de quotas, as quais buscam promover o princípio da igualdade, encontram-se nas atuais agendas de discussões políticas e sociais. No Brasil, é exatamente no início do século XXI, que universidades públicas incluem-se para discutir tais ações, inclusive no Amazonas, a Universidade do Estado (UEA), a qual teve o seu sistema de reserva de vagas instituído por determinação da Lei Estadual n.º 2.894 de 31 de maio de 2004, associando critérios de histórico escolar (tempo de escola pública), territorial e étnico. O presente estudo teve por objetivo compreender e analisar a política de ação afirmativa do tipo quotas, desenvolvida pela Universidade do Estado do Amazonas, a partir da compreensão dos alunos indígenas aprovados para os cursos da Escola Normal Superior, os quais ingressaram na universidade nas vagas destinadas para serem preenchidas, exclusivamente, por indígenas. Esta pesquisa foi de natureza qualitativa, ilustrada por dados quantitativos, tendo sido adotado o método histórico-crítico (dialético) e os tipos de pesquisa foram: bibliográfica, documental e de campo. Para coleta de dados, utilizou-se de entrevistas semiestruturadas e do grupo focal. Compreende-se que as ações afirmativas do tipo quotas podem até não representarem a melhor solução para a exclusão social e cultural, mas é, sem dúvida, a única ação adotada, até o presente momento, com resultados positivos capazes de promover a reparação, a compensação e a inclusão de indígenas, os quais estiveram alijados do processo de aquisição de conhecimentos escolares durante muito tempo na história deste País. E mais, não basta criar vagas específicas na educação superior para serem preenchidas pelos candidatos de origem étnica, mas também se faz necessário a implementação de programas complementares e institucionais, os quais sejam capazes de promover a permanência dos índios na universidade, e que esta seja exitosa.
Abstract: The affirmative actions of place reservations on universities, also called shares, which seek to promote the principle of equality, it is found in the current agendas of political and social discussions. In Brazil, it is exacly in the beginning of the twentyfirst century, that public universities gather to discuss such actions, including in Amazon, the State University (UEA), which had its place reservation system instituted by state law Number 2894 created in May 31rd 2004, linking school records criteria (public school period), territorial and ethnic. The current study aims the comprehension and analyze the policy of affirmative action about shares, developed by the Universidade do Estado do Amazonas, from the understanding of indigenous students approved for normal education college, who joined the university in places to be filled exclusively by Indians. This research was qualitative in nature, illustrated by quantitative data, has been adopted the historical-critical method (dialectic) and the types of research were: bibliographic, documentary and field research. For data collection, it used semi-structured interviews and focus groups. It is clear that affirmative actions about shares may not even represent the best solution to the social and cultural exclusion, but it is undoubtedly the only action taken until now, with positive results capable of repairing, compensation and the inclusion of indigenous people who were eliminated from the process of acquiring knowledge for a long time in the history of this country. Plus, it is not enough creating specific places in higher education to be filled by ethnic origin candidates, but is also necessary the implementation of complementary programs and institutions, which are able to promote the permanence of the Indians in the university, and that, may be successful.
Palavras-chave: Ensino Superior
Ações Afirmativas
Quotas
Indígenas
Amazonas
Higher Education
Affirmative Actions
Shares
Indigenous
Amazonas
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: EDUCAÇÃO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: ESTÁCIO, Marcos André Ferreira. As quotas para indígenas na universidade do estado do Amazonas. 2011. 235 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2011.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3183
Data de defesa: 19-Dec-2011
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcos Andre Ferreira Estacio.pdf4,63 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.