Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4327
Tipo do documento: Tese
Título: As limitações institucionais de inserção da gestão biotecnológica na produção de polpa de açaí.
Autor: Silva, Miguel Angelo da 
Primeiro orientador: Chaar, Jamal da Silva
Primeiro membro da banca: Astolfi Filho, Spartaco
Segundo membro da banca: Nascimento, Luiz Roberto Coelho
Resumo: Ao reportar à Amazônia vêm à mente os conceitos de biodiversidade e sociobiodiversidade. Isto procede porque o legado dos saberes dos povos tradicionais conduziram ao longo dos séculos o viver e conviver com as diferentes formas de vida de maneira sustentável. Nesta imensa e rica região vivem 15.865.678 pessoas, conforme censo do IBGE (2010). Esta população, com distintos níveis de padrão de vida, vive da exploração de diversas atividades econômicas que são aportadas pela indústria de transformação, comércio, serviços, petróleo, gás, minérios, agropecuária e extrativismo. O foco desse trabalho está voltado para o pequeno produtor de polpa de açaí. O objetivo é avaliar a organização e a gestão da produção da polpa de açaí deste pequeno produtor familiar da zona urbana de Manaus, tanto numa perspectiva da gestão biotecnológica quanto na econômica e institucional. Ao longo de décadas, ele vem exercendo essa atividade sem preocupação com o sistema de organização e gestão produtivas. Por isso, o seu estado produtivo, pelo menos no Amazonas, ainda padece de baixa produtividade e pouca absorção tecnológica. A demanda interna e externa da polpa de açaí justifica um esforço educacional partindo das instituições de ciência e tecnologia locais (ICT’s) e governos para capacitar o pequeno produtor familiar e, consequentemente, aumentar o tempo de vida-de-prateleira para manter o seu negócio competitivo, mantendo também as propriedades nutricionais e sensoriais da polpa. O produto ou serviço final de uma cadeia produtiva visa ao consumidor. Este vem apresentando algumas mudanças nos hábitos que são frutos da globalização. Os padrões de qualidade, em especial de sanidade para o consumidor, variam entre países. Com a integração dos mercados isto passa a ser necessário para a difusão de padrões, de modo a facilitar o trânsito dos produtos e serviços. Este é um desafio importante a ser cumprido também pelo pequeno produtor familiar. Para conhecer o elo final dessa cadeia produtiva buscou-se a pesquisa do tipo qualitativo com enfoque sistêmico. Como instrumento de coleta de dados valeu-se do formulário e da observação não participante. O efeito (problema) foi identificado através do emprego de estatísticos básicos, da observação e interpretação das práticas e atitudes para configurar no diagrama como causas secundárias que incidem sobre os fatores determinantes produzindo um efeito. Com base nos dados da pesquisa de campo, na análise e interpretação chegou-se à seguinte conclusão: o pequeno produtor familiar apresenta um desenho organizacional e gestão deficientes na elaboração e comercialização da polpa de açaí in natura, comprometendo a sua competividade no mercado local e os requisitos higiênico-sanitários que põe em risco a saúde do consumidor. O mercado não apresenta barreiras de entrada ou de saída. É explorado por uma grande quantidade de pequenos produtores que possuem processo tecnológico rudimentar e o preço é dado pelo mercado. Enfim, estas características mercadológicas permitem afirmar que o mercado de polpa de açaí in natura guarda traços do tipo concorrência perfeita.
Abstract: When reporting to the Amazon come to mind the concepts of biodiversity and socio-biodiversity. This comes about because the legacy of knowledge of traditional peoples led over the centuries to live and get along with the different ways of living sustainably. This vast and rich region live 15,865,678 peoples, as the IBGE census (2010). This population, with varying levels of standard of living lives of exploitation of various economic activities that are aportable by the processing industry, trade, services, oil, gas, mining, agriculture and extractive. The focus of this work is focused on small producers of acai pulp. The objective is to evaluate the organization and management of production of açaí this small family producer of the urban area of Manaus, in a view of the biotechnology management and in economic and institutional. Over the decades, he has been exercising this activity without concern for the system of organization and production management. Therefore, its productive state, at least in Amazonas, still suffers from low productivity and low technological absorption. Internal and external demand açaí justifies an educational effort drawing on science and technology institutions places ( ICT's ) and governments to empower the small family producer and thereby increase the lifetime - the - shelf to keep your business competitive, while also maintaining the nutritional and sensory properties of the pulp. The final product or service of a supply chain seeks to consumers. This has shown some changes in habits that are the fruits of globalization. The standards of quality, particularly for the health of consumers vary between countries. With the integration of the markets it becomes necessary for the diffusion of standards in order to facilitate the transit of goods and services. This is important to also be fulfilled by small family producer challenge. To know the final link of the production chain sought to qualitative research with systemic focus. As an instrument for data collection drew on the form and not the participant observation. The effect (problem) was identified through the use of basic statistics, observing and interpreting the practices and attitudes to configure the diagram as secondary causes that focus on the determinants producing an effect. Based on data from field research, analysis and interpretation came to the following conclusion: the small family producer presents an organizational design and poor management in the development and marketing of acai pulp in natura, compromising their competitiveness in the local market and the hygienic and sanitary requirements that put consumers' health at risk. The market has no barriers to entry or exit. It is operated by a large number of small producers who have rudimentary technological process and the price is given by the market. Anyway, these market features allow us to state that market acai pulp in natura guard traces of perfect competition type.
Palavras-chave: Pequeno produtor familiar
Polpa de açaí in natura
Trabalho informal
Acai pulp in natura
Informal work
Açaí
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
Citação: SILVA, Miguel Angelo da. As limitações institucionais de inserção da gestão biotecnológica na produção de polpa de açaí. 2014. 99f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2014.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/4327
Data de defesa: 4-Abr-2014
Aparece nas coleções:Doutorado em Biotecnologia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese - Miguel Angelo da Silva.pdf Tese - Miguel Angelo da Silva.pdf872,06 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.