Exportar este item: EndNote BibTex

Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6442
Tipo do documento: Tese
Título: A política de formação de professores de língua inglesa e os desafios da prática cotidiana na escola pública
Autor: Corrêa, Edith Santos 
Primeiro orientador: Oliveira, Simone Baçal de
Primeiro membro da banca: Souza, Sérgio Augusto Freire de
Segundo membro da banca: Mourão, Arminda Rachel Botelho
Terceiro membro da banca: Andrade, João Bosco Ladislau de
Quarto membro da banca: Moncayo, Vanúbia Araújo Laulate
Resumo: A formação de professores de Língua Inglesa e a atuação profissional na Escola Pública em Manaus estão imbricadas no cenário do ensino e aprendizagem de Línguas Estrangeiras no Brasil, como componentes diversificados na Educação Básica. Embora as reformas educacionais, ao longo dos anos, tenham instituído mudanças na perspectiva da melhoria escolar como um todo espalham-se os sinais de uma práxis escolar que busca procedimentos para obter resultados desejáveis nessa modalidade formação, como base profissionalizante de professores de Língua Inglesa e sua atuação na Escola Pública.A inserção das Línguas Estrangeiras como parte do processo formador esteve historicamente aquém das necessidades socioculturais no sistema educacional brasileiro, seja pela instabilidade curricular, pela falta de exigência da formação do professorpela apresentação de resultados formais, problemas estruturais e/ou curriculares, o ensino e aprendizagem de línguas sofre com o desprestígio nas escolas da Educação Básica, na rede pública. Esta pesquisa percorre a repercussão histórica brasileira sobre o ensino e aprendizagem de Língua Inglesa na realidade manauara, em recorte que analisa a formação de professores de Língua Inglesa, graduados no curso de Licenciatura em Letras, Língua e Literatura Inglesa, no período de 2004 a 2010, na Universidade Federal do Amazonas, que atuam na Educação Básica, nas esferas municipal e estadual. Vinte professores participam do estudo mediante entrevista semiestruturada, com questões abertas e fechadas, cujo relato e opção de respostas são o alvo da análise descritiva e discursiva que embasa questionamentos acerca da atuação desses docentes considerando categorias tais como competência profissional e o aprimoramento teórico-práticodesejáveis ou não para melhor aproveitamento dos estudantes do ensino fundamental e médio; e apresenta indicadores dos desafios e das implicações institucionais que impactam o ensino e aprendizagem da Língua Inglesa na Escola Pública.
Abstract: English teachers’ education and professional activity in the public schools in Manaus are embedded inthecontextof foreign language teaching in Brazil as a part of public policy in education. Although educational reformsover the years have instituted changes which have resulted in school improvement as a whole, there are signs of a school praxis that seeks procedures to obtain desirable results in this type of education as a professionalizing basis for language teachers and their practice. The insertion of foreign languages as a natural part of the training process has historically fallen short of sociocultural needs in the Brazilian educational system, either due to curricular instability, lack of teacher education requirements, or structural and / or curricular problems.As a result, language teaching and learning suffers from alack of prestige in the basic public education. This research examines the Brazilian historical repercussion on theteaching and learning of English in the context of the city of Manaus, in a study that analyzes the preparationof English language teachers whograduated in English Language Arts and Literature, at the Federal University of Amazonas, from 2004 to 2010, andwork in basic public education. Twenty teachers participated in the study through a semi-structured interview, with open and closed questions, whose narratives and choices of answers are the aim of the presentdescriptive and discursive analysis whichexaminesteachers’ practicesundercategories such as professional competence and theoretical and practical improvement or not for the better use of elementary and high school students.Finallyindicators of the challenges and institutional implications that impact theteaching and learning ofEnglish in public schools are presented.
Palavras-chave: Língua Inglesa
Formação de Professores
Escola Pública
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: CORRÊA, Edith Santos. A política de formação de professores de língua inglesa e os desafios da prática cotidiana na escola pública. 2018. 80 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Embargado
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6442
Data de defesa: 28-Mar-2018
Aparece nas coleções:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Parcial_Edith Corrêa.pdf856,03 kBAdobe PDFThumbnail

Baixar/Abrir Pré-Visualizar


Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons