???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6889
Tipo do documento: Tese
Título: Sexo e sexualidade na velhice: práticas transgressoras e negociadas no contexto amazônico
Autor: Nonato, Alice Alves Menezes Ponce de Leão 
Primeiro orientador: Torres, Iraildes Caldas
Primeiro membro da banca: Castro, Ricardo Gonçalves
Segundo membro da banca: Pinheiro, Harald Sá Peixoto
Terceiro membro da banca: Sassaki, Yoshiko
Quarto membro da banca: Justamand, Michel
Resumo: Este estudo assume o propósito de verificar em que sentido a sexualidade de homens velhos e de mulheres velhas é produzida em meio às relações de poder, dando especial destaque à prática do sexo negociada na cidade de Parintins, Amazonas. O estudo atende a um aporte metodológico inspirado na perspectiva dialógica proposta por Morin, o qual alude que o conhecimento é tecido junto entre diferentes disciplinas em uma rede de conversação mútua e articulada. O locus da pesquisa concentra-se na cidade de Parintins, situada no estado do Amazonas. Busca-se analisar os aspectos socioculturais da velhice e a poiesis da vida dos velhos em Parintins, os sentidos da velhice no campo de gênero, dando ênfase aos aspectos de masculinidade e de feminilidade vivenciados no âmbito das sexualidades ressignificadas e manifestas dos velhos e das velhas em Parintins. Os principais resultados apontaram que a velhice é condição humana natural e inevitável a todos os seres que vivem portando singularidades do ponto de vista das características senis, mas, também, comportando pluralidades nas formas como os sujeitos elaboram as suas vidas durante essa condição existencial, delineando vivências próprias em contextos socioculturais específicos. Esta pesquisa revela, ainda, que homens e mulheres vivem as suas velhices de formas diferentes levando em consideração as relações de gênero que concebem singularidades nas formas de ser homem e de ser mulher na velhice e nas formas como os gêneros masculino e feminino se relacionam nessa mesma condição geracional e com outras gerações, fazendo com que o homem velho negue com veemência a própria velhice em favor de continuar mantendo a masculinidade patriarcal enquanto a mulher velha é mais flexível em redimensionar a própria sexualidade, encontrando nesse momento da vida as possibilidades de emancipação do ser, sobretudo enquanto ambos usufruem de uma boa capacidade funcional, tanto física quanto cognitiva. É na velhice que homens e mulheres encontram a plenitude de suas sexualidades, elaboradas no plano da subjetividade e da liberdade, procurando se relacionar afetivosexualmente um com o outro quando os problemas de saúde e as disfunções sexuais se agudizam, pois, nesse momento da condição existencial, reconhecem no seu semelhante a mesma comunidade de destino, a velhice, e, portanto, a necessidade de estar junto de alguém que partilhe das mesmas necessidades de cuidado e de afeto. As conclusões desta pesquisa apontam que a sexualidade de homens e de mulheres no contexto amazônico parintinense se ressignifica na velhice, dando sentido à existência humana, se refazendo no âmbito das relações negociadas entre os gêneros e as gerações em que a busca do prazer não impõe limites físicos para a sua satisfação.
Abstract: This study assumes the purpose of verifying in what sense the sexuality of old men and old women is produced amid power relations, with special emphasis on the practice of sex negotiated in the city of Parintins, Amazonas. The study responds to a methodological contribution inspired by the dialogical perspective proposed by Morin, which mentions that knowledge is woven together among different disciplines in a network of mutual and articulated conversation. The research locus focuses on the city of Parintins, located in the state of Amazonas. It seeks to analyze the socio-cultural aspects of old age and the poiesis of the life of the old in Parintins, the senses of old age in the field of gender, emphasizing the aspects of masculinity and femininity experienced in the scope of the resignified and manifest sexualities of the old and the old in Parintins. The main results pointed out that old age is a natural and inevitable human condition for all living beings, bearing singularities from the point of view of the senile characteristics, but also, carrying out pluralities in the way the subjects elaborate their lives during this existential condition, delineating experiences in specific sociocultural contexts. This research also reveals that men and women live their old age in different ways taking into account the gender relations that conceive of singularities in the ways of being a man and being a woman in old age and in the ways in which the masculine and feminine genders relate to it same generational condition and with other generations, causing the old man to vehemently deny his own old age in favor of continuing to maintain patriarchal masculinity while the old woman is more flexible in resizing her own sexuality, finding in this moment of life the possibilities of emancipation of being, especially while both enjoy good functional capacity, both physical and cognitive. It is in old age that men and women find the fullness of their sexualities, elaborated in the plane of subjectivity and freedom, trying to relate affectively-sexually with one another when health problems and sexual dysfunctions become more acute, for in this moment of existential condition, they recognize in their like the same community of destiny, old age, and therefore the need to be with someone who shares the same needs for care and affection. The conclusions of this research point out that the sexuality of men and women in the Amazonian context of Parintinense is reaffirmed in old age, giving meaning to human existence, being reworked within the framework of the negotiated relations between genders and generations in which the search for pleasure imposes no limits to their satisfaction.
Palavras-chave: Gênero na velhice
Sexualidade na velhice
Sexo na velhice
Parintins (Amazonas)
Old Age
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais
Programa: Programa de Pós-graduação em Sociedade e Cultura na Amazônia
Citação: NONATO, Alice Alves Menezes Ponce de Leão. Sexo e sexualidade na velhice: práticas transgressoras e negociadas no contexto amazônico. 2018. 211 f. Tese (Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia) - Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Embargado
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6889
Data de defesa: 11-Oct-2018
Appears in Collections:Doutorado em Sociedade e Cultura na Amazônia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Reprodução Não Autorizada.pdf46,6 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview    Request a copy


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons