???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969
Tipo do documento: Dissertação
Título: Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas
Autor: Melo, Célio Henrique de 
Primeiro orientador: Brum, Ione Rodrigues
Primeiro coorientador: Silva, Maria Riselda Vinhote da
Primeiro membro da banca: Nunes, Juscimar Carneiro
Segundo membro da banca: Chalub, Sidney Raimundo Silva
Resumo: JUSTIFICATIVA: Prolapso de órgão pélvico (POP) é um problema de saúde que afeta mulheres de todo o mundo, com risco estimado entre 11 e 19% de haver a necessidade de um procedimento cirúrgico para a sua correção. Raramente, resulta em morbidade e mortalidade significativas, mas altera vários aspectos da qualidade de vida da mulher. Logo, é acertado constatar que a cirurgia de reparação do dano físico pode trazer consigo a diminuição do dano psicológico e melhorar a qualidade de vida das pacientes. Muitos trabalhos são publicados mundialmente sobre POP, porém nenhum estudo foi encontrado na busca bibliográfica em relação à qualidade de vida das mulheres da região, após terem sido submetidas ao tratamento cirúrgico. Com efeito, reforça-se a necessidade de realização deste trabalho para início de novas e transversais pesquisas a respeito deste e dos demais temas conexos. OBJETIVOS: Avaliar a qualidade de vida das pacientes após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico; objetivos específicos: Identificar as queixas das pacientes antes do procedimento cirúrgico; comparar as informações relativas à qualidade de vida pré e pós-operatória; comparar os resultados obtidos com os apresentados na literatura médica do nosso país. METODOLOGIA: Foi realizado um estudo transversal, descritivo de caráter analítico no Serviço de cirurgia ginecológica do Ambulatório Araújo Lima, pertencente ao Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), Manaus, AM. Foram coletados os dados de 63 pacientes que se enquadraram nos critérios de seleção, em seguida, foram submetidas à avaliação médico-ginecológica e à aplicação do Pelvic Organ Prolapse Quantification system (POP-Q) com o pesquisador principal deste estudo e, em seguida, foram instruídas a preencher o questionário de qualidade de vida (P-QoL). Após os exames pré-operatórios, foi agendada a cirurgia. As participantes foram instruídas a retornar para a avaliação pós-operatória em 7, 30, 60 e 180 dias, e, na última consulta pós-operatória, responderem novamente o P-QoL e ser realizado o POP-Q. RESULTADOS: Foi demonstrada a melhora significativa na qualidade de vida das 63 mulheres avaliadas após cirurgia (p<0,0001), principalmente no que se refere ao impacto do prolapso. O fator de risco mais relevante nesta pesquisa foi a idade, que esteve relacionada ao estadiamento da doença e à qualidade de vida das mulheres avaliadas (p<0,05). Após 180 dias da cirurgia, observou-se que 89,9% das mulheres evoluíram ao estádio zero, e 11,1% delas evoluíram ao estádio I da doença, demonstrando importante melhora. CONCLUSÕES: Os resultados obtidos no presente estudo estão de acordo com a maioria dos trabalhos publicados na literatura mundial, principalmente no que se refere ao êxito do procedimento clínico-cirúrgico e à melhora da qualidade de vida das pacientes. O estudo demonstrou que entender a doença do ponto de vista da paciente é um importante indicador da eficácia do tratamento realizado.
Abstract: BACKGROUND: Pelvic organ prolapse (POP) is a health problem that affects women worldwide, with a risk estimated between 11 and 19% for a necessity of surgical procedure for correction. Rarely, it results in significant morbidity and mortality, but alters various aspects of the woman's quality of life. Therefore, it is advisable to verify that the repair surgery of the physical damage can bring with it the reduction of the psychological damage and improve the quality of life of the patients. Many papers are published worldwide about POP, but no study was found in the bibliographic search regarding the quality of life of women in the region after having submitted to a surgical treatment. In fact, it is reinforced the need to carry out this work to initiate new and transversal research on this and related topics. OBJECTIVES: To evaluate the quality of life of patients after surgical treatment of pelvic organ prolapse; specific objectives: To identify the patients' complaints before the surgical procedure; to compare information on pre and post-operative quality of life; compare the results obtained with those presented in the medical literature of our country. METHODS: A cross - sectional, descriptive, analytical study was carried out at the Gynecological Surgery Service of the Araújo Lima Ambulatory, belonging to the Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), Manaus, AM. Data were collected from 63 patients who met the criteria for selection and were then submitted to pelvic organ prolapse quantification system (POP-Q) with the principal investigator of this study, were instructed to complete the questionnaire about quality of life (P-QoL). After the preoperative exams, the surgery was scheduled. The participants were instructed to return to the postoperative evaluation at 7, 30, 60 and 180 days, and at the last postoperative appointment, they responded again to the P-QoL and the POP-Q was performed. RESULTS: There was a significant improvement in the quality of life of the 63 women evaluated after surgery (p <0.0001), mainly in relation to the impact of prolapse. The most relevant risk factor in this study was age, which was related to the staging of the disease and the quality of life of the women evaluated (p <0.05). After 180 days of surgery, it was observed that 89.9% of the women evolved to stage zero, and 11.1% of them evolved to stage I of the disease, demonstrating an important improvement. CONCLUSIONS: The results obtained in the present study are in agreement with the majority of the works published in the world literature, mainly regarding the success of the clinical-surgical procedure and the improvement of the quality of life of the patients. The study demonstrated that understanding the disease from the patient's point of view is an important indicator of the effectiveness of the treatment performed.
Palavras-chave: Prolapso de órgão pélvico
Cistocele
Retocele
Hérnia
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: MEDICINA: CIRURGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-graduação em Cirurgia
Citação: MELO, Célio Henrique de. Qualidade de vida após tratamento cirúrgico de prolapso de órgão pélvico em pacientes de ambulatório de referência no Amazonas. 2019. 94 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Cirurgia) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6969
Data de defesa: 22-Jan-2019
Appears in Collections:Mestrado em Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_CélioMelo_PPGRACI.pdf1,56 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.