???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7207
Tipo do documento: Dissertação
Título: N-Butil cianoacrilato como alternativa na venoablação para o tratamento da insuficiência da veia safena magna: revisão sistemática
Autor: Bernardes, Marcos Velludo 
Primeiro orientador: Lima, Luiz Carlos de
Primeiro coorientador: Westphal, Fernando Luiz
Primeiro membro da banca: Costa, Cleinaldo de Almeida
Segundo membro da banca: Batista, Bruno Bellaguarda
Resumo: JUSTIFICATIVA: Pacientes com insuficiência de veia safena magna têm, dentre as opções de tratamento, a safenectomia, procedimento cirúrgico com elevadas taxas de complicações e de recidiva, e que apesar dos novos avanços tecnológicos, ainda é utilizada em nosso meio. As técnicas mais recentes, minimamente invasivas, como as termoablações, têm se tornado mais atrativas à safenectomia por reduzirem o trauma cirúrgico, os tempos de cicatrização e de recuperação pós-operatória. Essas técnicas podem ser realizadas sob anestesia local, e apesar de minimamente invasivas, apresentam riscos de lesões térmicas neurológicas superficiais. Mais recentemente, novos métodos de venoablação não térmica vêm sendo utilizados, com diminuição dos riscos de lesões neurológicas. A escleroterapia com microespuma ecoguiada e outros métodos mais recentes, como a ablação endovenosa mecânico-química e a venoablação com uso de cianoacrilato vêm sendo utilizadas em substituição às termoablações. A realização desta pesquisa surgiu com a finalidade de avaliar e determinar se a venoablação da veia safena com cianoacrilato, apresenta resultados satisfatórios, com menores índices de complicações e, consequentemente, podendo tornar-se a primeira escolha para o tratamento dos pacientes com insuficiência de veia safena magna. OBJETIVOS: Realizar uma revisão sistemática a fim de avaliar a taxa de oclusão das veias safenas nos pacientes portadores de varizes primárias dos membros inferiores, avaliar a melhoria na qualidade de vida através do Escore de Severidade Clínica Venosa (ESCV) e do Questionário Aberdeen de Veias Varicosas (QAVV), bem como a ocorrência de eventos adversos com a venoablação da veia safena magna com cianoacrilato. METODOLOGIA: Trata-se de um estudo de revisão sistemática conduzido conforme a metodologia Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyses (PRISMA). No período de junho a outubro de 2018, foram realizadas buscas nas bases de dados médicas e científicas da PUBMED/Medline, Scopus e Cochrane Library com as palavras chaves "cyanoacrylate" OR "cyanoacrylates" AND "varicose veins" OR "varicose vein" OR "varix" OR "varices" AND "saphenous vein" para pesquisa bibliográfica, de acordo com os descritores contidos no MESH. RESULTADOS: Foram encontrados 969 trabalhos, dos quais 92 duplicados. Dois pesquisadores, de forma independente, fizeram o rastreamento inicial de 877 artigos, baseados na leitura do título e do resumo. Após a avaliação inicial 57 artigos foram considerados relevantes. Os dois autores fizeram a leitura e seleção final, sendo considerados 23 artigos elegíveis para a revisão sistemática, com análise baseada nos critérios de inclusão e exclusão. A maioria dos ensaios clínicos inclusos foi de estudos prospectivos, dos quais apenas quatro trabalhos foram comparativos. Foram avaliados um total de 3.423 pacientes, com média de idade de 47,17 anos, sendo 61,2% do sexo feminino. Na avaliação global, a taxa média de oclusão no tratamento da venoablação com NBCA foi de 96,48%, com variação de 75,7 a 100%, em seguimento médio de 13,28 meses (variando de 1 a 36 meses), com baixos índices de eventos adversos, sendo a equimose e a tromboflebite os eventos mais frequentes nas séries estudadas, estando presentes em 11,74% e 9,71% dos pacientes, respectivamente. Em todos os estudos inclusos, foram observadas melhoras nos índices da classificação CEAP, do escore de severidade clínica venosa (ESCV) e, quando presente, nos índices do questionário Aberdeeen para doença venosa (QAVV). CONCLUSÕES: Baseado nos trabalhos publicados, a venoablação com o uso do N-Butil Cianoacrilato apresenta altas taxas de sucesso, com melhoria do quadro clínico e, consequentemente, na qualidade de vida. A técnica apresenta curto tempo de procedimento, pode ser realizada com anestesia local, não necessita de tumescência perivenosa, bem como o uso de meias de compressão elástica após o procedimento. Esta nova técnica mostrou-se segura e eficaz, podendo ser um método alternativo à termoablação endovenosa. Entretanto, a longo prazo, outros estudos do método são necessários, especialmente para avaliar as taxas de sucesso em pacientes com grandes diâmetros de veia safena magna.
Abstract: BACKGROUND: The safenectomy, despite new technological advances, is still very important in our environment, with high complication rates, and recurrence rates. Recent techniques, minimally invasive, aim the occlusion of the saphenous veins by thermal action, reducing surgical trauma, and times of healing and postoperative recovery. These techniques make it possible to perform the procedure under local anesthesia. Although minimally invasive, it presents risks of superficial neurological thermal lesions. More recently, new nonthermal venoablation methods have been used, with reduced risks of neurological lesions. Sclerotherapy with microfoam and newer, minimally invasive methods, such as intravenous ablation chemistry-mechanical and cyanoacrylate venoablation, have been used instead of thermoablation. The existence of this research was made with the purpose to evaluate and to determine if the cyanoacrylate venoablation, presents satisfactory results, with lower rates of complications, and therefore, being the first choice for the treatment of patients with saphenous vein insufficiency. OBJECTIVES: They consist of evaluating the occlusion rate in the treatment of reflux of the great saphenous veins and evaluate the improvement in the quality of life through the Venous Clinical Severity Score (VCSS) and the Aberdeen Varicose Veins Questionnaire (AVVQ) and the occurrence of adverse events. METHODS: This is a systematic review study conducted according to the Preferred Reporting Items for Systematic Reviews and Meta-Analyzes (PRISMA) methodology. We searched the PUBMED / Medline, Scopus and Cochrane Library databases with the key words "cyanoacrylate" OR "cyanoacrylates" AND "varicose veins" OR "varicose vein" OR "varix" OR "varices" AND "saphenous vein" for research bibliographical, according to the descriptors contained in the MESH. RESULTS: Nine hundred sixty nine (969) papers were found, of which 92 duplicates. Two independent researchers initially screened 877 articles, based on reading the title and abstract. After the initial evaluation, 57 articles were considered relevant. The two authors made the final reading and selection, being considered 23 articles eligible for the systematic review, with the analysis, based on inclusion and exclusion criteria. Most of the included clinical trials were from prospective studies, of which only four papers were comparative. A total of 3,423 patients were evaluated, with a mean age of 47.17 years, of which 61.2% were female. In the overall evaluation, the mean occlusion rate in the treatment of NBCA venoablation was 96.48%, ranging from 75.7% to 100%, in a mean follow-up of 13.28 months (ranging from 1 to 36 months), with low rates of adverse events, with ecchymosis and thrombophlebitis being the most frequent events in the series studied, being present in 11.74% and 9.71% of the patients, respectively. In all included studies, improvements were observed in the CEAP indices, the Venous Clinical Severity Score (VCSS) and, when present, in the indices of the Aberdeeen Varicose Vein Questionnaire (AVVQ). CONCLUSIONS: Based on the published clinical trials, the venoablation with the use of N-Butyl Cyanoacrylate shows high success rates, with improvement of the clinical symptoms and therefore the quality of life. It presents short procedural time, can be performed with local anesthesia, and does not require perivenosa tumescence, as well as the use of elastic compression stockings after the procedure. This new technique proved to be safe and effective and could be an alternative method to intravenous thermoablation. However, other long-term studies of the method are necessary, especially to evaluate success rates in patients with large saphenous vein diameters.
Palavras-chave: Veia safena
Veias - Doenças
Varizes - Cirurgia
Cianoacrilatos
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS DA SAÚDE: MEDICINA: CIRURGIA
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-graduação em Cirurgia
Citação: BERNARDES, Marcos Velludo. N-Butil cianoacrilato como alternativa na venoablação para o tratamento da insuficiência da veia safena magna: revisão sistemática. 2019. 71 f. Dissertação (Mestrado Profissional em Cirurgia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7207
Data de defesa: 13-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_MarcosBernardes_PPGRACI.pdf2,87 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.