???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7814
Tipo do documento: Tese
Título: Biodegradação de hidrocarbonetos por rizobactérias em solo de várzea da Região Amazônica contaminado com petróleo e óleo diesel
Autor: Silva, Luana Monteiro 
Primeiro orientador: Oliveira, Tereza Cristina de Souza
Primeiro coorientador: Oliveira, Luiz Antonio de
Primeiro membro da banca: Wiedemann, Larissa Silveira Moreira
Segundo membro da banca: Scofield, Arthur de Lemos
Terceiro membro da banca: Machado, Ana Lucia Soares
Quarto membro da banca: Wagener, Angela de Luca Rebello
Resumo: Devido ao grande impacto ambiental causado por acidentes envolvendo atividades petrolíferas e pela dificuldade do seu tratamento, os processos de biorremediação vêm sendo largamente estudados e com isso, são cada vez mais utilizados microrganismos capazes de degradar óleo. Este trabalho avaliou o potencial de biodegradação de cinco rizobactérias, identificadas como INPA R560 (Bradyrhizobim sp), R631 (Bradyrhizobim sp), R557(Bradyrhizobim sp), R677 (Rhizobium sp) e R674 (Alicyclobacillus sp) e a mistura delas em amostras de solo de várzea contaminadas com 1% de óleo diesel e petróleo. Para tal, foi realizado um experimento utilizando suspensão microbiana de cada rizobactéria e do consórcio com as cinco bactérias em 500 g de solo autoclavado e usado óleo diesel em um experimento e petróleo em outro experimento como fonte de carbono. Foram ainda utilizadas duas amostras controle para cada experimento, uma contendo solo esterilizado e outra não esterilizado, utilizando as mesmas condições das amostras, sem adição de microrganismos. Para avaliação do potencial de degradação de hidrocarbonetos aromáticos e alifáticos, foram realizadas coletas nos tempos zero, 48 horas e após o período de 21 dias no experimento com óleo diesel. No experimento com petróleo, foram feitas as avaliações nos mesmos tempos, porém com avaliação adicional no período de 10 dias. Dentre as cinco rizobactérias avaliadas, com exceção do isolado INPA R631, os valores de remoção de n-alcanos pelos demais isolados testados foram acima de 80 % após o período de 21 dias. Os consórcios, com a mistura as cinco espécies, também apresentou taxas de remoção consideráveis de n-alcanos com valor de 67,57 % no experimento com óleo diesel e 67,80 % no experimento com petróleo. Em relação à HPA as bactérias apresentaram alto potencial de degradação nas primeiras 48 horas, destacando-se a espécie INPA R557, INPA 677 e consórcio com os cinco isolados com taxas de degradação de 71,57 %, 38,18% e 41,84%, respectivamente. Dos isolados testados, dois apresentaram taxa de degradação de HPA total de 85,85% e 75,53% após o período de 21 dias, respectivamente, o consórcio com as cinco espécies apresentou taxa de biodegradação de 63,61%, valor abaixo da taxa de um dos isolados individualmente. Com alto potencial de biodegradação os isolados INPA R557 e INPA R677 podem ser utilizados para técnica de bioaumentação em solo de ambiente de vázea para biorremediação de petróleo e seus derivados, pois durante o período de 21dias reduziram os teores de n-alcanos, HPA e compostos mais complexos, como metil-estirano.
Abstract: Due to the great environmental impact caused by accidents involving petroleum activities and the difficulty of its treatment, bioremediation processes have been widely studied and, with this, microorganisms capable of degrading oil are increasingly used. This work evaluated the biodegradation potential of five rhizobacteria, identified as INPA R560 (Bradyrhizobim sp), R631 (Bradyrhizobim sp), R557 (Bradyrhizobim sp), R677 (Rhizobium sp) and R674 (Alicyclobacillus sp) and the mixture of them in samples of floodplain soil contaminated with 1% diesel oil and petroleum. For this purpose, an experiment was carried out using microbial suspension of each rhizobacterium and the consortium with the five bacteria in 500 g of autoclaved soil and diesel oil in one experiment and oil in another experiment as a carbon source. Two control samples were also used for each experiment, one containing sterile soil and the other non-sterile, using the same conditions as the samples, without the addition of microorganisms. To evaluate the degradation potential of aromatic and aliphatic hydrocarbons, collections were carried out at zero times, 48 hours and after the 21-day period in the experiment with diesel oil. In the oil experiment, evaluations were made at the same times, but with an additional evaluation in the period of 10 days. Among the five rhizobacteria evaluated, with the exception of the INPA R631 isolate, the removal values of n-alkanes by the other tested isolates were above 80% after the 21-day period. The consortia, with the mixture of the five species, also showed considerable removal rates of n-alkanes with a value of 67.57% in the experiment with diesel oil and 67.80% in the experiment with oil. Regarding PAH, the bacteria showed a high potential for degradation in the first 48 hours, especially the species INPA R557, INPA 677 and a consortium with the five isolates with degradation rates of 71.57%, 38.18% and 41.84 %, respectively. Of the tested isolates, two showed a total HPA degradation rate of 85.85% and 75.53% after the 21-day period, respectively, the consortium with the five species showed a biodegradation rate of 63.61%, below rate of one of the isolates individually. With high potential for biodegradation, the INPA R557 and INPA R677 isolates can be used for bio-augmentation techniques in soil in a clearing environment for the bioremediation of oil and its derivatives, since during the 21-day period, the levels of n-alkanes, HPA and compounds were reduced more complex, such as methyl styrene.
Palavras-chave: Biorremediação
Rizobactérias
Hidrocarbonetos policíclicos aromáticos
Impacto ambiental envolvendo atividades petrolíferas
Solo de várzea
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA: QUÍMICA
???metadata.dc.subject.user???: Solo
Biorremediação
HPA
Poluentes tóxicos
Hidrocarbonetos alifáticos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Exatas
Programa: Programa de Pós-graduação em Química
Citação: SILVA, Luana Monteiro da. Biodegradação de hidrocarbonetos por rizobactérias em solo de várzea da Região Amazônica contaminado com petróleo e óleo diesel. 2018. 113 f. Tese (Doutorado em Química) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/7814
Data de defesa: 23-May-2018
Appears in Collections:Doutorado em Química

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_LuanaMonteiro_PPGQ.pdfTese_LuanaMonteiro_PPGQ2,15 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.