???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6662
Tipo do documento: Tese
Título: A percepção dos relacionamentos interorganizacionais na Bioindústria Amazonense
Autor: Mafra, Rosana Zau 
Primeiro orientador: Lasmar, Dimas José
Primeiro coorientador: Vilela Júnior, Dalton Chaves
Resumo: O estudo objetivou identificar a percepção dos empresários acerca dos relacionamentos interorganizacionais empresa-empresa na bioindústria amazonense. Baseou-se em pesquisa bibliográfica e de campo para o qual se destaca a coleta de dados por meio do uso de 'imagens da rede' (network pictures). Foram identificados 104 empreendimentos nesta bioindústria, dos quais foram selecionados dois empreendimentos de cada um dos sete setores no intuito de obter comparações iniciais de determinados elementos dos relacionamentos interorganizacionais, em uma perspectiva intra e intersetorial. Trata-se, portanto, de uma pesquisa multicasos, com abordagem qualitativa e enfoques exploratório e descritivo, sendo a maioria das empresas estudadas startups. Como um dos principais resultados da pesquisa, na relação empresa-empresa pode ser citada a busca por complementaridade de recursos. Diferente do que se observa em países desenvolvidos, as colaborações interorganizacionais são incipientes em algumas indústrias brasileiras, ocorrendo o mesmo na bioindústria do Amazonas, onde foram identificadas fragilidades, inclusive nas relações empresa-instituição de ciência e tecnologia (ICT) e comprovadas neste estudo. O estudo aponta a existência de rara cooperação entre os empresas com atividades semelhantes (cooperação horizontal intrasetorial) e entre empresas de outros setores da bioindústria amazonense (colaboração intersetorial). Dentre os motivos para a baixa incidência de colaboração intrasetorial estão o simples desinteresse que em alguns casos está relacionado à certa 'autonomia' da empresa em suas atividades (caso das empresas de médio e grande porte), à inexistência de perspectiva de agregação de valor a uma possível parceria, e à falta ou baixa confiança na qualidade do serviço ou produto que a empresa parceira agregaria ao relacionamento, caso uma parceria viesse a ser firmada. Um dos motivos para a baixa incidência de colaboração intersetorial na bioindústria está associado à ausência de conhecimento de oportunidade para colaboração. O vínculo dominante identificado nesses relacionamentos é o acadêmico, seguido do profissional. Na relação empresa-ICT, particularmente para as start ups, os motivos para a colaboração são o uso da 'infraestrutura' e a aquisição do `conhecimento', recursos considerados essenciais para a pesquisa e desenvolvimento tecnológico. Estes resultados alcançados apontam que os relacionamentos interorganizacionais da bioindústria amazonense estão aquém do que se espera de uma rede de empresas ou rede de negócios - prática relevante para ampliação de competitividade e de capacidade de se manterem no mercado. O estudo aponta ainda algumas ações necessárias para a aproximação dos atores envolvidos nesta indústria, entre as quais: ampla divulgação das competências locais, solidificação de fóruns de discussões, e rapidez nas respostas das entidades públicas.
Abstract: The research aimed to identify the entrepreneurs' perception of interfirms relationships in Amazonian bioindustry. It used bibliographical and field research method applying Network Picture to collect entrepreneurs' perceptions of collaboration. Hundred four ventures were identified in this bioindustry, from which two ventures from each of the seven sectors were selected in order to obtain initial comparisons of certain elements of interorganizational relationships in an intra and intersectorial perspective. Thus, this is a multiple case research with a qualitative, exploratory and descriptive approach, with most of the companies studied being startups. One of the main result regarding intrasector interfirm relationship can be due complementarity of resources Different from what is observed in developed countries, interorganizational collaborations are incipient in some Brazilian industries. The same is true for Amazonian bioindustry, where weaknesses have already been identified by local researches, including the firm-institution of science and technology (ICT) interaction, as proved in this study. The study points out the existence of rare cooperation between firms with similar activities (horizontal intrasectoral cooperation) and between firms from other sectors of the Amazonian bioindustry (intersectorial collaboration). Among the reasons for low incidence of intrasectoral collaboration are: the simple lack of interest that, in some cases, is related to a kind of firm's 'autonomy' in its activities (as is the case for medium and large size firms); the lack of adding value's perspective from a potential partnership; and the low or lack of confidence on service or product quality that a firm would add to the relationship, should a partnership be signed. One of the reasons for low incidence of intersectoral collaboration in the bioindustry is associated with lack of knowledge of opportunity for collaboration. The dominant relationship link identified is the academic, followed by professional link. In the firm-ICT relationship, particularly for startups, the reasons for collaboration are the use of 'infrastructure' and the acquisition of 'knowledge', resources considered essential for research and technological development. These results indicate that inter firm relationships of Amazonian bioindustry are below what one expects of a business network — an essential practice to increase competitiveness and the ability to remain in the market. The research also indicates some necessary actions for approximating actors involved in this industry, among them: broad dissemination of local competencies, solidification of discussion forums, and rapid response of public entities.
Palavras-chave: Bioindústria amazonense
Relacionamentos interorganizacionais
Rede de empresas
Imagem de rede
Network pictures
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Instituto de Ciências Biológicas
Programa: Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia
Citação: MAFRA, Rosana Zau. A percepção dos relacionamentos interorganizacionais na Bioindústria Amazonense. 2018. 184 f. Tese (Doutorado em Biotecnologia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2018.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6662
Data de defesa: 7-Jun-2018
Appears in Collections:Doutorado em Biotecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Rosana Mafra PPGBIOTEC139,68 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons