???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/8015
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ordenha de dreno mediastinal em pós-operatório de cirurgia cardíaca: um ensaio clínico randomizado
Título(s) alternativo(s): Milking a mediastinal drain in the postoperative period of cardiac surgery: a randomized clinical trial
Autor: Freitas, Rafael Limeira 
Primeiro orientador: Silva, Ivan Tramujas da Costa
Primeiro membro da banca: Moura, Andrezza Lauria
Segundo membro da banca: Frantz, Sonia Rejane de Senna
Terceiro membro da banca: Lima, Luiz Carlos
Quarto membro da banca: Menezes, Elielza Guerreiro
Resumo: JUSTIFICATIVA: Não há trabalhos publicados suficientes e com desenho adequado que comprovem a eficácia da ordenha de dreno de mediastino na prevenção da oclusão hemática e suas complicações, sendo que manipular ou não os drenos pode levar a desfechos desconhecidos. Tal trabalho se faz necessário para o meio científico e profissional no sentido de apontar o que deve ser adotado no pós-operatório (PO) de cirurgias cardíacas. OBJETIVO GERAL: avaliar a conveniência da ordenha de drenos de mediastino em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca na prevenção de sua oclusão hemática. OBJETIVOS ESPECÍFICOS: estimar a eficácia da ordenha de dreno de mediastino para prevenir a oclusão hemática em pacientes submetidos à cirurgia cardíaca; rastrear complicações relacionadas à ordenha ou não ordenha do dreno; elaborar Protocolo Institucional para Cuidados com Dreno de Mediastino em Unidade de Terapia Intensiva de Pós-operatório de Cirurgia Cardíaca. MÉTODO: ensaio clínico randomizado com 80 pacientes distribuídos em dois grupos: um, com denominação S-ORD, com 40 pacientes que não foram submetidos à ordenha de dreno de mediastino; outro, C-ORD, de 40 pacientes que foram submetidos à ordenha conforme rotina da Unidade de Terapia Intensiva. Os pacientes foram recrutados pelo pesquisador principal e por dois pesquisadores da Equipe entre pacientes internados que seriam submetidos a cirurgia cardíaca por esternotomia mediana com colocação de dreno de mediastino. Os grupos foram avaliados quanto ao volume drenado, ocorrência ou não de tamponamento cardíaco, derrame pericárdico e retirada do dreno mediastinal. Os dados foram mensurados por integrantes da Equipe do projeto após padronização e treinamento, em impresso próprio individualizado para cada paciente randomizado. RESULTADOS: Em nenhum dos grupos houve caso de tamponamento cardíaco, derrame pericárdico ou obstrução do dreno. A retirada do dreno foi mais frequente entre o segundo e o terceiro dia de PO, nos grupos C-ORD e S-ORD (85,0% e 72,5%). No grupo C-ORD, o tempo médio para retirada do dreno foi de 2,8 dias e no grupo S-ORD, foi de 3,1 dias, não sendo estatisticamente significante essa diferença (p = 0,1189). O grupo C-ORD em relação ao grupo S-ORD drenou mais no pós-operatório imediato (355,1 ml e 236,6 ml) com significância estatística (p = 0,0075). Complicações (bloqueio atrioventricular total, síndrome do baixo débito pós-operatório, parada cardiorrespiratória, Hipertensão arterial e pneumotórax) ocorreram em maior proporção no grupo S-ORD (35,0%), no pós-operatório imediato e até o 3º dia. No grupo C-ORD ocorreram complicações em 17,5%, todas somente no pós-operatório imediato. Esta diferença entre os grupos foi estatisticamente significante, tanto na proporção geral (p = 0,0005), como na comparação entre os períodos (p = 0,0322). CONCLUSÕES: Foi encontrado um menor número de complicações pós-operatórias em associação ao emprego da ordenha de drenos com diferença significante; recomenda-se, portanto, ordenha de dreno mediastinal no pós-operatório de cirurgia cardíaca pela técnica de stripping. Em decorrência dos achados deste estudo foi elaborado protocolo institucional para cuidados de drenos de mediastino.
Abstract: BACKGROUND: There are not enough scientific publications with adequate design that prove the effectiveness of mediastinal drain milking in preventing hematic occlusion and its complications and manipulating the drains may (or may not) lead to unknown outcomes. Such research is necessary to cope with scientific and professional uncertainties to point out what should be adopted in the postoperative period (PO) of cardiac surgeries. GENERAL OBJECTIVE: to evaluate the convenience of milking of mediastinal drains in patients submitted to cardiac surgery in the prevention of hematic occlusion of the drains. SPECIFIC OBJECTIVES: to estimate the efficacy of mediastinal drainage milking to prevent drain hematic occlusion in patients undergoing cardiac surgery; to track complications related to milking or non-milking of the drain; to support post-surgical care based on evidence; to elaborate an institutional protocol for mediastinal drainage care in a postoperative intensive care unit of cardiac surgery. METHODS: a randomized clinical trial was undertaken with 80 patients divided into two groups: 1) S-ORD, with 40 patients who were not submitted to mediastinal drain milking; and 2) C-ORD, with 40 patients who underwent milking according to the intensive care unit routine. The patients were recruited by the principal investigator and two researchers from the inpatient team among those who were to undergo cardiac surgery by median sternotomy with mediastinal drainage. The groups were evaluated for drainage volume, occurrence or not of cardiac tamponade and pericardial effusion, and exact date and time of mediastinal drain removal. Data were measured by project team members after standardization and training, using their own individualized form for each group of randomized patients. RESULTS: None of the groups presented cardiac tamponade, pericardial effusion or drainage obstruction. The withdrawal of the drain was more frequent between the second and third days, in groups C-ORD and S-ORD (85.0% and 72.5%). In the C-ORD group, the mean drain removal time was 2,8 days and, in the S-ORD group, it was 3,1 days. This difference was not statistically significant (p = 0.1189). The C-ORD group in relation to the S-ORD group presented a statistically greater volume of drainage in the immediate PO period (355.1 ml vs 236.6 ml; p = 0.0075). Complications (total atrioventricular block, low postoperative output syndrome, cardiorespiratory arrest, arterial hypertension and pneumothorax) occurred in a greater proportion in the S-ORD group (35,0%) from the immediate postoperative period up to the 3º PO day. In the C-ORD group, complications occurred in 17,5%, all only in the immediate postoperative period. This difference between the groups was statistically significant, both in the general proportion (p = 0,0005) and in the comparison between the periods (p = 0,0322). CONCLUSIONS: A lower number of postoperative complications with a statistically significant difference was found in the group where drains were milked. Therefore, milking mediastinal drains using the stripping technique is a recommended policy in the postoperative period of cardiac surgery. As a result of the findings of this study, an institutional protocol for the care of mediastinal drains was developed.
Palavras-chave: Coração - Cirurgia
Ensaios clínicos
Área(s) do CNPq: CNPQ::CIENCIAS DA SAUDE::MEDICINA::CIRURGIA
???metadata.dc.subject.user???: Cirurgia cardíaca
Cuidados Pós-Operatórios
Ensaio clínico
Tubos Torácicos
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Medicina
Programa: Programa de Pós-graduação em Cirurgia
Citação: FREITAS, Rafael Limeira. Ordenha de dreno mediastinal em pós-operatório de cirurgia cardíaca: um ensaio clínico randomizado. 2020. 83 f. Dissertação (Mestrado em Cirurgia) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus (AM), 2020.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
Endereço da licença: http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/4.0/
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/8015
Data de defesa: 13-Oct-2020
Appears in Collections:Mestrado em Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_RafaelFreitas_PPGRACI.pdf2,07 MBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons