???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3199
Tipo do documento: Dissertação
Título: A educação na voz das comunidades
Autor: Pinto, Tânia Cecília Brandão Gondim de Freitas 
Primeiro orientador: Weigel, Valéria Augusta Cerqueira de Medeiros
Resumo: Esta pesquisa investigou as práticas educativas adotadas pela rádio comunitária A Voz das Comunidades, a primeira do Brasil autorizada pelo Ministério das Comunicações, que existe há sete anos na comunidade do Mutirão, no bairro Cidade Nova I, zona Norte de Manaus. Como desafios, o trabalho apresenta os de compreender, analisar métodos e diagnosticar as falhas na missão de transmitir uma programação pautada na educação libertadora. Adotamos a pesquisa de campo fenomenológica de cunho qualitativo como método de investigação da rádio A Voz das Comunidades, com destaque para a educação, a comunicação e a participação comunitária. A pesquisa fenomenológica qualitativa permite que elementos de subjetividade possam ser ressaltados na análise. Os dados colhidos no trabalho de campo realizado por meio de entrevistas abertas, semi-abertas e grupo focal foram analisados a partir da metodologia hermenêutica-dialética. Ao unirmos a hermenêutica, que se movimenta na perspectiva da compreensão, consciência histórica, empatia e intersubjetividade, e a dialética, cujo ponto de partida é idéia de crítica, negação, oposição, transformação e contradição da realidade social, o resultado foi enriquecedor, pois um volume considerável de informações e revelações sobre o cotidiano no qual A Voz das Comunidades estava inserida foi revelado. Além de reunir elementos, conhecer e analisar as contribuições da rádio para o Mutirão, também apontamos a necessidade de ajustes no sentido de melhorar o envolvimento da população com a rádio. As teorias da Ação Comunicativa de Habermas e a da Ação Dialógica de Paulo Freire serviram de sustentação teórica para evidenciar a urgência para a criação e reforço de vínculos com a cultura local, promovendo o diálogo horizontal entre moradores e gestores da emissora. Trabalhamos também com o conceito de Educomunicação, um novo campo de inter-relação entre a comunicação e a educação, para compreender as mediações educacionais da rádio, propor ações práticas na área da gestão comunicativa que estimulem a participação popular na emissora e facilite a captação de recursos financeiros, uma das principais dificuldades enfrentadas. Nossa conclusão aponta para a educação inter-relacionada à comunicação e à participação popular como possibilidade frutífera para consolidar práticas e fortalecer o espaço de aprendizagem ou ecossistema educativo informal que a rádio representa. Apontamos a necessidade de metodologias que consideram a diversidade cultural local para estimular e manter o protagonismo popular e, assim, criar uma ambiente favorável para a educação libertadora.
Palavras-chave: Educação
Comunicação
Rádio Comunitária
Education
Communication
Community Radio
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS HUMANAS: EDUCAÇÃO
Idioma: por
País: BR
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Educação
Programa: Programa de Pós-graduação em Educação
Citação: PINTO, Tânia Cecília Brandão Gondim de Freitas. A educação na voz das comunidades. 2008. 138 f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2008.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: http://tede.ufam.edu.br/handle/tede/3199
Data de defesa: 20-Nov-2008
Appears in Collections:Mestrado em Educação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertacao Final Tania.pdf690,09 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.