???item.export.label??? ???item.export.type.endnote??? ???item.export.type.bibtex???

Please use this identifier to cite or link to this item: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6946
Tipo do documento: Dissertação
Título: Ozônio na conservação pós-colheita de mamão
Autor: Silva Neto, Osvaldo Pereira da 
Primeiro orientador: Sousa, Aline Ellen Duarte de
Primeiro coorientador: Lima, Jânia Lilia da Silva Bentes
Primeiro membro da banca: Gentil, Daniel Felipe de Oliveira
Segundo membro da banca: Véras, Solange de Mello
Resumo: Os tratamentos fitossanitários devem minimizar o risco de doenças pós-colheita e, ao mesmo tempo, retardar os processos fisiológicos de senescência e maturação. As melhores alternativas recaem sobre os tratamentos alternativos, com destaque para o ozônio que, além de controlar o fungo, aumenta a vida útil, sem depreciar a qualidade dos frutos. Assim, objetivou-se, com esse trabalho, estudar o efeito do ozônio na conservação pós-colheita de mamão, visando o controle da antracnose e o aumento da vida útil dos frutos. O experimento foi realizado no Laboratório de Tecnologia de Produto, da Universidade Federal do Amazonas, Manaus-AM. Os tratamentos foram constituídos por: aplicação de ozônio nas concentrações de 0 (controle); 0,6; 1,5 e 3,3 ppm; e aplicação pós-colheita de fungicida comercial. Em seguida, os frutos foram conservados em temperatura ambiente (27 ± 2 °C e 85 ± 5% UR). Determinou-se a ação fitossanitária do ozônio, por meio da incidência, severidade, número e tamanho das lesões da antracnose; e a qualidade pós-colheita dos frutos, por meio da avaliação da vida útil; perda de massa fresca acumulada e diária (%), cor da casca, extravasamento de eletrólitos (%), sólidos solúveis (%), acidez titulável (g 100 g-1), relação SS/AT, pH e vitamina C (mg 100 g-1). Utilizou-se o Delineamento Inteiramente Casualizado (DIC), com dez (incidência, severidade, número e tamanho das lesões da antracnose e vida útil dos frutos) e cinco repetições (demais análises de qualidade pós-colheita). Para a vida útil se utilizou o teste Log-Rank (p<0,01), pelo estimador de Kaplan-Meier. Realizou-se análise de regressão considerando o tempo de armazenamento para as variáveis incidência, severidade, número e tamanho das lesões e perda de massa acumulada. Os dados extraídos das demais análises foram submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey (p<0,05). Estimou-se o coeficiente de correlação de Pearson para todas as variáveis ao nível de significância de 1 e 5% pelo teste t-Student. O ozônio reduziu a severidade da antracnose a curto (3,3 ppm) e a longo prazo (1,5 ppm), tornando-se efetivo tanto quanto o fungicida comercial. O ozônio aumentou em sete dias a vida útil e manteve a qualidade pós-colheita dos frutos de mamão. Desse modo, o ozônio torna-se uma tecnologia potencial para uso em pós-colheita, como alternativa segura ao uso de agrotóxicos na redução da antracnose e no aumento da conservação dos frutos de mamão.
Abstract: Phytosanitary treatments should minimize the risk of post-harvest diseases and delay the physiological processes of maturation and senescence. The best alternatives are alternative treatments, especially ozone that, in addition to controlling the fungus, increases the shelf life of papaya, without depreciating the quality of the fruits. Thus, the objective of this work was to study the effect of ozone on post-harvest conservation, aiming the control of the anthracnose and the increase the shelf life of papaya fruits. The experiment was conducted at Product Technology Laboratory, Federal University of Amazonas (UFAM), Manaus-AM. The treatments were constituted by application of ozone at concentrations of 0 (control); 0.6; 1.5 and 3.3 ppm; and post-harvest application of commercial fungicide. The fruits were stored at room temperature (27 ± 2 ° C and 85 ± 5% RH). Phytosanitary action of ozone was determined by the incidence, severity, number and size of the anthracnose lesions; and the post-harvest quality of the fruits, through the shelf life evaluation; accumulated and daily mass loss (%), fruit peel color; electrolyte leakage (%); soluble solids (%); titratable acidity (g 100 g-1); SS/AT ratio; pH and vitamin C (mg 100 g-1). A completely randomized design was used with ten (incidence, severity, number and size of anthracnose lesions and fruit shelf life) and five replicates (other post-harvest quality analyzes). For the shelf life analysis, the Log-Rank test (p <0.01) was used by the Kaplan-Meier estimator. Regression analysis was performed considering the time of storage for the incidence, severity, number and size of lesions and accumulated mass loss. Outher quality data were submitted to analysis of variance and the means were compared by the Tukey test (p <0.05). The Pearson correlation coefficient was estimated for all variables at the level of significance of 1 and 5% by the t-Student test. Ozone reduced the severity of anthracnose to short (3.3 ppm) and long term (1.5 ppm), making it as effective as the commercial fungicide. Ozone increased the shelf life by seven days and maintained the post-harvest quality of papaya fruits. Thus, ozone becomes a potential technology for post-harvest use as a safe alternative to the use of pesticides in reducing anthracnose and increasing the conservation of papaya fruits.
Palavras-chave: Carica papaya L.
Tratamento alternativo
Antracnose
Pós-colheita do mamão
Área(s) do CNPq: CIÊNCIAS AGRÁRIAS
Idioma: por
País: Brasil
Instituição: Universidade Federal do Amazonas
Sigla da instituição: UFAM
Departamento: Faculdade de Ciências Agrárias
Programa: Programa de Pós-graduação em Agronomia Tropical
Citação: SILVA NETO, Osvaldo Pereira da. Ozônio na conservação pós-colheita de mamão. 2019. 52 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia Tropical) - Faculdade de Ciências Agrárias, Universidade Federal do Amazonas, Manaus, 2019.
Tipo de acesso: Acesso Aberto
URI: https://tede.ufam.edu.br/handle/tede/6946
Data de defesa: 8-Feb-2019
Appears in Collections:Mestrado em Agronomia Tropical

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_OsvaldoSilvaNeto_PPGAT.pdf992,26 kBAdobe PDFThumbnail

Download/Open Preview


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.